Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3167
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMoura, Maria Verônica Leite Pereira-
dc.contributor.authorSchneider, Juliana Kloss do Val-
dc.date.accessioned2018-08-23T15:03:39Z-
dc.date.available2018-08-23T15:03:39Z-
dc.date.issued2014-12-15-
dc.identifier.urihttp://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3167-
dc.description.abstractOs Olhares das Crianças Sobre Meio Ambiente e os Resíduos Sólidos. A emergência da crise ambiental sentida na atualidade requer uma mudança no conceito de Meio Ambiente. A noção de Meio Ambiente é uma representação social, ou seja, depende da percepção individual de cada um e de sua relação com o meio em que vive, e é com base nela que os indivíduos agem sobre o Meio Ambiente. O atual modelo de desenvolvimento econômico, associado ao consumismo desenfreado, vem estimulando a produção e o acúmulo de rejeitos, e a sua disposição e destino inadequado se configuram um dos maiores problemas ambientais que a sociedade moderna enfrenta. Assim, o objetivo desse trabalho foi fazer um levantamento das percepções e representações sociais sobre lixo e Meio Ambiente, com alunos do 6º ano do Ensino Fundamental de duas Escolas, uma pública no Município de Seropédica, e uma privada no Município do Rio de Janeiro, através de questionários e elaborações de listas de atitudes. Os dados obtidos foram categorizados de acordo com a classificação adotada. Para Meio Ambiente: Naturalista, Antropocêntrica e Globalizante; e para lixo: Restrita e Holística. A partir dos resultados apresentados, observou-se que em relação ao Meio Ambiente em ambas as escolas há o predomínio da visão Naturalista, devido à maioria das respostas assinaladas, e em relação ao lixo, de forma geral, houve prevalência da percepção Restrita. Pode-se deduzir então que o levantamento prévio das percepções dos envolvidos na atividade é imprescindível, e configura-se como um importante ponto de partida para projetos e atividades de Educação Ambiental, e ainda devemos trabalhar tais percepções para a formação de um sujeito ecológico crítico.pt_BR
dc.language.isopt_BRpt_BR
dc.subjectEducação ambientalpt_BR
dc.subjectRepresentação socialpt_BR
dc.subjectMeio ambientept_BR
dc.subjectResíduos sólidospt_BR
dc.titleOs olhares das crianças sobre meio ambiente e os resíduos sólidospt_BR
dc.typeTCCpt_BR
dc.contributor.membersMoura, Maria Verônica Leite Pereira-
dc.contributor.membersBezerra, Silvia Helena Loli-
dc.contributor.membersPinto, Benjamin Carvalho Teixeira-
dc.degree.levellicenciaturapt_BR
dc.description.abstractOtherThe Vision of the Children on Environment and Solid Waste. The emergency of the environmental crisis felt today requires a change in the concept of Environment. The notion of environment is a social representation, in other words, it depends on the individual perception of each person and their relationship with the environment they live in, and it is on that basis that individuals act on the environment. The current model of economic development, associated with rampant consumerism, has been promoting the production and the accumulation of wastes and their disposal and inappropriate destination are characterized as one of the biggest environmental problems that modern society faces. So, the objective of this study was to survey the perceptions and social representations about garbage and Environment, with students from 6th grade in two schools, a public school in Seropédica county, and a private one in the city of Rio de Janeiro, through questionnaires and elaborations of attitudes lists. The data were categorized according to the adopted classification. For the Environment: Naturalist, Anthropocentric and Globalizing; and for garbage: Restricted and Holistic. From the results presented, it was observed that in relation to the environment in both schools there is a predominance of naturalistic vision, due to most marked responses, and in relation to waste, in general, there was a prevalence of restricted perception. Then it can be deduced that the preliminary survey of the perceptions of those involved in the activity is essential, and appears as an important starting point for projects and environmental education activities, and we still must work such perceptions for the formation of a critical ecological subject.pt_BR
Appears in Collections:Monografias do Curso de Biologia

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Juliana Kloss do Val Schneider - DEZ 2014.pdf2,04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.