Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3134
Title: Análise da superfície da madeira de teca tratada pelo processo Vap Holzsysteme®
Authors: Lopes, Nayara Franzini
metadata.dc.contributor.advisor: Garcia, Rosilei Aparecida
metadata.dc.contributor.members: Garcia, Rosilei Aparecida
Nascimento, Alexandre Miguel do
Lopes, Juliana de Oliveira
Keywords: Espectroscopia no infravermelho
Modificação química
Espaço de cor L*a*b* CIE 1976
Issue Date: 28-Nov-2016
Abstract: Diferente dos estudos realizados até hoje envolvendo modificação térmica de madeiras, o presente estudo analisou as características da superfície da madeira de teca modificada termicamente pelo processo industrial VAP HolzSysteme®, que trata a madeira através da aplicação de calor a elevadas temperaturas utilizando vapor saturado, aliado a uma eficiente eliminação de oxigênio. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do tratamento térmico realizado pelo processo VAP HolzSysteme® nas características físico-químicas da superfície da madeira de teca (Tectona grandis L. f.). Amostras de cerne e alburno tratadas e não tratadas termicamente com dimensões de 50 x 25 x 25 mm3 (comprimento x largura x espessura) foram utilizadas para avaliar a cor, a molhabilidade e os grupos funcionais da superfície da madeira. As análises colorimétricas foram realizadas com o auxílio do espectrofotômetro portátil CM 2600d no espaço de cor L*a*b* CIE 1976 segundo a norma ISO 11664-4:2008. A molhabilidade foi determinada pela análise de ângulo de contato através do sistema de análise de formato da gota DSA100 da KRÜSS GmbH. A espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier em modo de reflectância difusa (DRIFT) foi utilizada para avaliar a modificação química. O tratamento térmico alterou a cor e a molhabilidade superficial da madeira de teca. O efeito do tratamento na molhabilidade foi mais marcante no alburno do que no cerne da teca. Entretanto, a espectroscopia no infravermelho mostrou que o tratamento causa modificações químicas mais marcantes no cerne do que no alburno. Esses resultados mostram que mesmo com a aplicação de temperaturas mais brandas (160oC) tais como as utilizadas no processo VAP Holzsysteme® são capazes de causar modificações físico-químicas na superfície da madeira de teca.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/3134
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia NAYARA.pdf896,6 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.