Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2983
Title: Relação da produtividade primária líquida em áreas de pastagem, remanescentes florestais e plantações de eucaliptos na região a montante do Reservatório Funil, São Paulo, Brasil
Authors: Ribeiro, Victor Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor: Delgado, Rafael Coll
metadata.dc.contributor.members: Delgado, Rafael Coll
Gasparini, Allan Cruz
Almeida, Catherine Torres
Keywords: Geotecnologias
Carbono
Clima
Issue Date: 18-Jun-2015
Abstract: Produtividade Primária Líquida (PPL) é a quantidade de carbono acumulado na biomassa da planta por unidade de espaço e tempo. A dinâmica temporal e espacial da PPL tem significantes impactos para os ecossistemas. O Vale do Paraíba é uma importante região do Brasil entre as duas áreas mais populosas do país. A vegetação natural foi a muito tempo transformada primeiro em plantações de café e após empobrecimento do solo em pastagens. O objetivo desse trabalho é estudar a taxa de PPL dos três principais tipos de uso e cobertura do solo no último setor paulista do Rio Paraíba do Sul durante 2000 a 2010. Os dados PPL foram obtidos do Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS). Foram usados os produtos anuais MOD17A3 e MOD44B. Para as variáveis climáticas foram utilizados dados do satélite Tropical Rainfall Measuring Mission (TRMM) para precipitação e dados de temperatura proveniente de estação meteorológica. Os polígonos de Mata Atlântica foram obtidos do site do INPE, os demais polígonos foram gerados a partir de imagens com alta resolução espacial escolhendo áreas mais homogêneas de Eucaliptos e Pastagem. Na avaliação dos dados de PPL foi utilizado análise de variância (ANOVA) e teste de Tukey para encontrar diferenças entre os tipos de cobertura do solo. Para a VCF foi utilizada a estatística não-paramétrica de Kruskal-Wallis afim de encontrar diferenças entre os tipos de cobertura. Por fim, foi observada correlação de Spearman entre a PPL e o VCF de 0,816 entre os dados de PPL e VCF. A maior média de PPL foi de 1,70 kg C m-2 ano-1 e 71,96 % de cobertura vegetal enquanto que o uso e cobertura com menor média possui PPL de 0,95 kg C m-2 ano-1 e com 8,02 % de cobertura vegetal. Não foi possível observar correlação entre os dados de PPL e de precipitação. Os resultados são de fundamental importância para os estudos relacionados as mudanças climáticas, observadas as relações por identificar o incremento da PPL com o aumento da biomassa.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2983
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Victor Ribeiro.pdf2,53 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.