Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2839
Title: Uso de biossólidos provenientes de diferentes estações de tratamento de esgoto como componente de substratos para crescimento de mudas de Lafoensia pacari
Authors: Marzola, Letícia Borba
metadata.dc.contributor.advisor: Melo, Lucas Amaral de
metadata.dc.contributor.members: Melo, Lucas Amaral de
Leles, Paulo Sérgio dos Santos Leles
Abel, Elton Luis da Silva
Keywords: Dedaleiro
Produção de mudas
Lodo de esgoto
Issue Date: 5-Feb-2014
Abstract: O crescimento populacional urbano causa um aumento na quantidade de resíduos sólidos e líquidos produzidos pelo homem, gerando uma preocupação quanto ao despejo desses materiais. Uma alternativa viável para o aproveitamento e descarte devido de alguns desses resíduos seria sua aplicação no meio agrícola, permitindo o seu retorno ao ambiente, sem causar poluição. O biossólido (lodo de esgoto estabilizado e higienizado) é um resíduo que pode ser usado como substrato para a produção de mudas, pois propicia um aumento na capacidade de retenção hídrica, fornece macro e micronutrientes às mudas, permitindo uma economia na adubação suplementar, podendo ser uma alternativa menos onerosa que os substratos comerciais. Dessa forma, este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos de diferentes substratos, provenientes de três estações de tratamento de esgoto da região metropolitana do Rio de Janeiro (ETE de Alegria, ETE Ilha e ETE Sarapuí), disponibilizados pela Companhia Estadual de Águas e Esgoto do Rio de Janeiro (Nova CEDAE), misturados à fibra de coco, no crescimento de mudas de Lafoensia pacari, em comparação a um substrato padrão utilizado em viveiro. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com quatro tratamentos e quatro repetições, com 12 mudas por parcela. A partir de 45 dias após a semeadura, foram mensurados, quinzenalmente, a altura da parte aérea e o diâmetro do coleto das mudas e, ao final do experimento, a matéria seca da parte aérea e da raiz. O crescimento das plantas, em geral, foi superior quando utilizados os biossólidos, em relação ao substrato comercial.
URI: http://repositorio.im.ufrrj.br:8080/jspui/handle/1235813/2839
Appears in Collections:TCC - Engenharia Florestal (Seropédica)

Se for cadastrado no RIMA, poderá receber informações por email.
Se ainda não tem uma conta, cadastre-se aqui!

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Letícia Borba.pdf592,81 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.